Sociedade | 20-11-2020 10:00

Advogado suspeito de pornografia de menores condenado por falsificação

O profissional forjava documentos judiciais para iludir o facto de não ter intentado nos tribunais os processos dos clientes.

Um advogado do Entroncamento, que está a ser julgado por mais de mil crimes de pornografia de menores, foi condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa por igual período, por 16 crimes de falsificação de documentos e um de abuso de confiança. Bruno Lopes aceitava tratar de casos de clientes aos quais nunca deu andamento, fabricando notificações e decisões de tribunais para os convencer que os processos tinham entrado nos tribunais.

*Notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 19 de Novembro

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo