Sociedade | 24-03-2023 16:15

Menino que caiu do sexto andar teve alta e voltou a casa

Menino que caiu do sexto andar teve alta e voltou a casa
foto ilustrativa - foto dr

João, o menino de dois anos que sobreviveu à queda de seis andares no Carregado, já teve alta hospitalar e encontra-se em casa a recuperar das fracturas na perna. As janelas de casa foram vedadas para descanso dos pais e protecção da criança.

João Morais, o menino de dois anos que sobreviveu à queda de seis andares no Carregado, concelho de Alenquer, teve alta na segunda-feira, 20 de Março, após 12 dias de internamento no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, confirmou a O MIRANTE o pai da criança, Márcio Morais.

“Está a melhorar bem. É uma sensação inexplicável termos o João em casa, aquele peso que sentíamos acabou por sair”, relata ao telefone o pai, acrescentando que o menino não se queixa de dores e apenas estranha o gesso que lhe cobre a perna fracturada.

Vedação para janelas oferecida por empresário

Márcio Morais conta que não queiram que João regressasse ao apartamento sem que as janelas estivessem vedadas, para que os pais pudessem ficar mais tranquilos e o menino pudesse andar livremente pela casa sem correr risco de nova queda. “Então liguei para várias empresas e um senhor empresário perguntou o que se passava”. Márcio acabou por explicar o sucedido e, passados “10 minutos, ligaram da empresa a dizer que iriam colocar as redes nas janelas, que suportam até 150 quilos, sem qualquer custo, como um gesto de força para a nossa família”, partilha o pai do menino, explicando que não conhece o empresário que teve a generosa atitude, mas que gostava de lhe poder agradecer pessoalmente.

O menino, recorde-se, estava em casa com o pai, a mãe e o irmão mais velho quando, na quarta-feira, 8 de Março, sem estes se aperceberem, subiu para o parapeito da janela da cozinha utilizando uma cadeira, abriu-a e caiu do sexto andar. O alerta inicial foi dado por uma mulher que inicialmente pensava que o vulto que acabava de ver em queda livre era um gato. Ao aproximar-se, apercebendo-se que era um bebé que estava no passeio, ligou de imediato para o 112. Em casa, sem suspeitarem do acidente, os pais foram alertados por uma vizinha que lhes tocou à campainha. A criança sofreu uma luxação no ombro e duas fracturas numa das pernas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo