Sociedade | 16-06-2024 11:50

Bom Sucesso deu primeiro passo de elevação a vila sem moradores a assistir

Bom Sucesso deu primeiro passo de elevação a vila sem moradores a assistir

Proposta de elevação da povoação a vila foi aprovada por unanimidade em assembleia de freguesia onde não apareceram moradores para assistir. Eleito do Bloco de Esquerda lembrou que a reunião devia ter tido lugar no Bom Sucesso em vez da secundária Gago Coutinho.

Não houve um único morador que tivesse aparecido para assistir ao vivo à assembleia de freguesia da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho que deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta de elevação do Bom Sucesso a vila na noite de sexta-feira, 14 de Junho.
A sessão realizou-se no auditório da Escola Secundária Gago Coutinho e outra das novidades foi o anúncio, por parte do presidente da junta, Cláudio Lotra, de que serão os professores e alunos do agrupamento de escolas do Bom Sucesso a desenhar o futuro brasão da vila, caso a proposta venha a ter aprovação em reunião de câmara, assembleia municipal e no Parlamento.
“Lancei o desafio ao director do agrupamento, Carlos Reis, para que sejam os alunos e os professores a apresentar propostas para a criação do futuro brasão da vila”, anunciou Cláudio Lotra, notando que não será a elevação a vila que vai resolver os problemas e necessidades da população. “O estatuto de vila vai dar peso institucional, administrativo e emocional que eleva a auto-estima e sentimento de pertença de quem lá reside. O Bom Sucesso merece ser vila. Não temos medo de ouvir as pessoas e a população terá oportunidade de se pronunciar quando o processo estiver em consulta pública”, notou o autarca, lembrando que se o pai da proposta é o executivo da junta, ela pode ter vários padrinhos, que são as bancadas da assembleia.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1674
    24-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1674
    24-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo