uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Festa da Amizade e da Sardinha Assada não deixa morrer as tradições em Benavente
recorde. No ano passado a festa ficou marcada pela maior concentração de barretes de campino do mundo.

Festa da Amizade e da Sardinha Assada não deixa morrer as tradições em Benavente

Encierros e largadas de touros, tasquinhas, dança, música e concursos de varandas e montras vão animar Benavente durante os dias 22, 23 e 24 de Junho.

Edição de 14.06.2017 | Especial Sardinha Assada

A Festa da Amizade e da Sardinha Assada volta a Benavente pela 49ª vez para animar a vila de quinta-feira, 22 de Junho, a sábado, 24 de Junho. A comissão organizadora avança que haverá cinco mil litros de vinho, dez mil pães e cinco mil quilos de sardinha para distribuir e convida todos os visitantes a trazerem os amigos.
Os festejos abrem quinta-feira, 22 de Junho, com a alvorada às 8h00 da manhã. Ainda na quinta-feira, a animação a sério começa a partir das 18h00 com um encierro com três toiros pelas ruas da vila, seguido de uma largada com mais dois toiros, um concurso de decoração varandas e a abertura das tasquinhas. Ao longo da noite, a partir das 21h00, há espectáculos de dança e música, com os Ciganos d’Ouro a actuarem às 22h30. À meia-noite há mais uma largada de toiros pelas ruas da vila.
Na sexta-feira, 23 de Junho, a animação começa às 15h00 com o concurso das montras mais originais, ao qual se segue o mesmo plano do dia anterior. Às 21h45 vão ser atribuídos os prémios à varanda e montra mais originais e às 22h00 começa o desfile das fanfarras das várias corporações de bombeiros. Seguem-se mais toiros em encierro e largada até de madrugada. A animação musical fica a cargo de David Antunes & the Midnight Band a partir das 23h00.
No sábado, a alvorada volta a ser às 8h00 e as actividades continuam logo a partir daí, dedicadas à sardinha assada, com tasquinhas e bancas. Haverá espectáculos musicais durante a tarde e às 21h30 vão ser lançados os 49 morteiros, tantos quantos os anos da festa. Daí até à 1h45 haverá muita música: a banda MT80, sevilhanas, os artistas Bruno China e João Paulo, a banda Solo por Ti e Ferro e Fogo, e ainda Madeira Show. Durante tudo isto há tempo para comer sardinha até não querer mais, para no fim a festa culminar com mais uma largada de quatro toiros.
Ainda no sábado, haverá concentração de campinos, jogos de cabrestos, cavaleiros amadores e atrelagens junto às piscinas municipais. De lá, partirá o desfile pelas ruas da vila, em direcção ao recinto do Calvário, na qual só poderá participar quem esteja trajado a rigor. A missa campal em memória dos campinos falecidos será também no Calvário, às 10h30, à qual se seguem provas de condução dos jogos de cabrestos e bois da guita e picaria à vara larga, com um toiro para os campinos e um toiro para os cavaleiros amadores, a seguir.

A comissão deste ano
À cabeça do grupo que este ano vai organizar a Festa da Amizade e da Sardinha Assada está Amorim Silva. O vice-presidente é João Machacaz, os secretários são Bruno Branco e Daniel Inácio. Os tesoureiros são David Inácio e João Carlota e entre os restantes membros contam-se Paulo Antunes, João Pintassilgo, Paulo Barros, Carlos Cavaleiro, Jorge Lobato, Rui Gonçalves, Daniel Coelho, Nilton Milho e Vítor Moisés. Ao longo dos três dias do certame os vários elementos estarão distribuídos pelos diversos espaços das actividades, dispostos a ajudarem os visitantes no que for preciso.

Festa da Amizade e da Sardinha Assada não deixa morrer as tradições em Benavente

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido