Política | 27-11-2022 12:24

João Moura continua a liderar distrital do PSD de Santarém em eleição contestada

João Moura continua a liderar distrital do PSD de Santarém em eleição contestada

Lista A liderada por João Moura ganhou com 75% dos votos mas a lista adversária disse que ponderava impugnar resultados, alegando que foram enviadas mensagens através de um número oficial do partido a apelar ao voto na lista liderada por João Moura.

O deputado João Moura foi reeleito no sábado, 26 de Novembro, presidente da distrital de Santarém do PSD com 766 votos (75%), enquanto a lista liderada por Jorge Gaspar obteve 240 votos (23,5%). Votaram 1.039 militantes dos 1.456 militantes inscritos para votar no distrito de Santarém. A Lista A, liderada por João Moura, venceu também para a mesa da assembleia distrital, com 763 votos contra 247, que continuará a ser presidida por Isaura Morais, deputada e presidente da Assembleia Municipal de Rio Maior.

Refira-se que ainda antes de os resultados serem conhecidos, a candidatura liderada por Jorge Gaspar revelou que estava a ponderar impugnar os resultados, alegando que foram enviadas mensagens através de um número oficial do partido a apelar ao voto na lista liderada pelo actual presidente, João Moura.

Jorge Gaspar que o envio dos SMS, sobretudo a militantes da concelhia de Santarém, apelando ao voto na Lista A “em todos os boletins”, “coloca em causa o bom nome do partido”, o qual constitui “a razão fundamental” da sua candidatura. “Não estão reunidas as condições para assegurar a normalidade institucional do ato eleitoral”, disse, adiantando que a situação foi comunicada à presidente da Mesa da Assembleia Distrital, Isaura Morais.

A mensagem afirmava: “As votações já começaram! Somos LISTA A em todos os boletins. Em Santarém estamos juntos por um PSD forte no concelho e no distrito. Morada da sede [link]. Votação até às 20h. Esperamos por si.”

Contactada pela Lusa, Isaura Morais, recandidata ao lugar na lista de João Moura, disse que, pelo que foi apurado após a queixa apresentada por Jorge Gaspar, as mensagens foram enviadas a partir de uma plataforma particular da candidatura e não de um número oficial do partido. Isaura Morais afirmou que, ou pelo “número limitado de carateres ou por lapso”, surge apenas a indicação “PSD” sem a identificação da candidatura, como deveria acontecer. “Da informação que recolhi, não vejo fundamentação para uma impugnação, mas se ela for apresentada, será avaliada pela Jurisdição do partido”, declarou, assegurando estar “serena”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo