uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

TAGUS tem meio milhão para agricultores de Abrantes, Constância e Sardoal

Edição de 14.07.2016 | Economia

A Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior (TAGUS) tem abertas as candidaturas às operações “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola” e “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas”. Os avisos para submeter projectos neste sector estarão abertos até 15 de Setembro de 2016.
A TAGUS dispõe, no primeiro anúncio, de 572 mil euros para apoiar investimentos a implementar em Abrantes, Constância ou Sardoal, no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária Rural (DLBC Rural), do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020) e através do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), com prioridade para os sectores do olival, dos produtos biológicos, dos frutos vermelhos e dos produtos hortofrutícolas.
Para “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola”, existe uma verba de 245 mil euros, para distribuir por projectos que promovam a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores ou que contribuam para o processo de modernização e de capacitação das empresas do sector agrícola. O apoio nesta acção será de 50 por cento das despesas elegíveis para pedidos até aos 40 mil euros.
Nos “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” a dotação orçamental é de cerca de 328 mil euros, para candidaturas que contribuam para o processo de modernização e capacitação de empresas desta área. O apoio vai até aos 45 por cento das despesas elegíveis de pedidos até aos 200 mil euros. São valorizados investimentos na valorização ambiental e eficiência energética, projectos com modelos de comercialização online e pedidos que introduzam novos equipamentos, produtos ou processos.
“Este Grupo de Acção Local (GAL) do Ribatejo Interior vai gerir cerca de 1,9 milhões de euros até 2020, no âmbito do FEADER. Este fundo europeu tem mais quatro operações, sendo elas, “Diversificação de Actividades na Exploração Agrícola”, “Cadeias Curtas e Mercados Locais”, “Promoção de Produtos de Qualidade Locais” e “Renovação de Aldeias”. Para estas acções, a TAGUS conta abrir candidaturas a pedidos de apoio, ainda no decorrer deste ano”, refere a TAGUS em comunicado.

Mais Notícias

    A carregar...