uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Controlo de pombos em Vila Franca de Xira

Edição de 14.07.2016 | O MIRANTE dos Leitores

É fácil criticar o que se faz, mas mesmo tarde, a câmara municipal tenta fazer qualquer coisa. Da protecção desta espécie de aves, o que se devia era mudar a lei…Há pouco tempo falou-se da junta de freguesia e da câmara esterilizar os gatos da rua mas no caso dos pombos é esse mesmo o caminho, esterilizá-los, através das inúmeras colónias deles, nas fábricas abandonadas, barracões abandonados, casas desabitadas, igrejas e aquilo que até faz “espectáculo” na ex-Estalagem do Gado Bravo, onde estão à vista nos telhados, dezenas de milhares (vale a pena ir ver!)
De certo que os Serviços Veterinários sabem informar como se faz, ou como se fez em Milão, Itália, ou como se está a fazer nos Serviços Veterinários do Município de Lisboa, e que é isso que estão a fazer, combatendo a praga e o problema. Agora, apanharem-nos e irem-lhes dar um passeio de carro e “largá-los no campo”, nem que seja em Espanha, voltam para cá, ou será que lhes cortam as asas?
O pombo é um animal sociável e quer companhia, e se possível fazem ninho, vivem e morrem nas casas, varandas, sótãos, telhados, chaminés. E entopem tudo, algerozes, canalizações, esgotos etc. E há as doenças perigosas que espalham piolhos, e as fezes espalham vírus. Tem havido em todos os hospitais muitas mortes “misteriosas” que os hospitais não querem alertar que provém dos pombos. A câmara diz que não sabe quantos são mas há uma estimativa que aponta para 900.000 no concelho.
Américo Bernardes

Mais Notícias

    A carregar...