uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Luto pela ribeira da Boa Água

Luto pela ribeira da Boa Água

Associação de Defesa do Património de Torres Novas organizou acção para dar visibilidade ao problema da poluição

Edição de 14.07.2016 | Sociedade

A Associação de Defesa do Património de Torres Novas colocou balões negros e uma tarja a dizer “Ribeira da Boa Água” na ponte do Raro, em Torres Novas, em jeito de alerta para o problema da poluição que afecta a ribeira da Boa Água, que desagua no rio Almonda nos arredores da cidade.
A iniciativa, realizada ao início da manhã de quarta-feira, 6 de Julho, despertou o interesse de algumas pessoas que lá passavam apressadamente a caminho do emprego, olhavam para os balões e procuravam uma indicação sobre o porquê de eles estarem ali. Houve também quem perguntasse onde ficava a ribeira, apesar de o curso de água ser muito falado devido às descargas poluentes de que é alvo.
Ermelinda Marques reparou nos balões, ficou surpreendida e decidiu questionar o motivo de eles estarem ali. Diz que adora passar naquela ponte e ver os peixes e esse é um cenário a que quer continuar a assistir no futuro. Não sabia bem onde ficava a ribeira da Boa Água mas já tinha lido sobre o assunto da poluição na comunicação social. “Fiquei muito triste, este rio é o nosso sonho. É importante alertar para estas situações, eu quero continuar a ver os peixinhos ali tão lindos”, disse.
Nas últimas semanas os maus cheiros têm-se feito sentir na zona com mais intensidade e a Associação de Defesa do Património de Torres Novas, que sempre primou também pela defesa do ambiente, não conseguiu ficar indiferente conforme explica a O MIRANTE, Sofia Ligeiro, presidente da associação: “Esta acção simboliza o luto pela qualidade ambiental de uma ribeira que nós consideramos que é uma emergência e um foco de contaminação brutal do rio Almonda”.
Para Sofia Ligeiro, é muito importante que a população conheça esta ribeira e os seus problemas. “Há uma certa desconsideração pela ribeira da Boa Água por ela não ter um circuito urbano absolutamente explícito e não incomoda a cidade”. E reforça: “É um alerta para a população de que esta ribeira tem um problema e para as autoridades resolverem o problema. Achamos que há algumas actividades económicas que hipotecam a qualidade ambiental da ribeira”.

Luto pela ribeira da Boa Água

Mais Notícias

    A carregar...