uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Presidente da Câmara da Golegã não se recandidata ao cargo

Presidente da Câmara da Golegã não se recandidata ao cargo

Rui Medinas diz que cumpre um compromisso com a família e que a decisão não tem a ver com o reaparecimento na cena política do ex-presidente Veiga Maltez.

Edição de 22.12.2016 | Política

O presidente da Câmara da Golegã, o socialista Rui Medinas, não vai recandidatar-se ao cargo nas eleições autárquicas de 2017. O anúncio do autarca, a cumprir o primeiro mandato nessas funções, foi feito num almoço de Natal dos funcionários do município, no sábado, 17 de Dezembro. O presidente da distrital do PS, António Gameiro, contactado por O MIRANTE,
limita-se a dizer que não comenta a situação.
O anúncio de Rui Medinas surge numa altura em que se fala na possibilidade de o ex-presidente da câmara, eleito pelo PS, e actual presidente da Assembleia Municipal da Golegã, eleito por um movimento independente, Veiga Maltez, ser candidato à presidência da câmara. Rui Medinas garante que a sua decisão “não tem nada a ver com esta situação” e que a opção de não se recandidatar já tinha sido tomada há mais tempo.
Rui Medinas refere que comunicou à Federação Distrital do PS de Santarém que não era recandidato em Agosto deste ano. O autarca sublinha que esta decisão surge na sequência de um compromisso que assumiu com a família quando venceu as eleições em 2013 e que era de fazer apenas este mandato. Medinas assume que a sua decisão é irreversível e que já tinha falado com os seus colaboradores mais próximos sobre o assunto.
Sobre Veiga Maltez, o presidente diz que não lhe cabe falar sobre a hipótese de este ser candidato, realçando que não seria recandidato igualmente se Veiga Maltez, de quem foi vice-presidente nos mandatos anteriores, não fosse a eleições. Em declarações a O MIRANTE, Rui Medinas diz que ainda não tinha anunciado a não recandidatura porque não queria perturbar com questões políticas a realização da Feira Nacional do Cavalo nem a elaboração e aprovação do orçamento da câmara para o próximo ano. “A decisão foi ponderada e amadurecida e agora foi o momento certo para a comunicar”, salienta.
Com a saída de cena de Medinas, nesta altura, está aberta a porta para que Maltez possa encabeçar uma lista pelo PS. O MIRANTE sabe que nas últimas semanas Veiga Maltez tem feito contactos com várias pessoas do concelho para a constituição de uma lista às autárquicas. O ressurgimento do nome de Maltez tem vindo a colher alguns apoios juntos de personalidades da Golegã.

Presidente da Câmara da Golegã não se recandidata ao cargo

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido