uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Condições das Finanças de Santarém passam de muito más a muito boas
MELHORIA. Serviço tem 17 pontos de atendimento com boas condições para utentes e funcionários

Condições das Finanças de Santarém passam de muito más a muito boas

Serviço já funciona na Loja do Cidadão de Santarém e é o que ocupa maior espaço. O horário das repartições é das 9h00 às 15h30 mas por o serviço de Santarém estar integrado na Loja do Cidadão, vai funcionar até às 16h30, altura em que encerram todos os serviços instalados no espaço.

Edição de 22.12.2016 | Sociedade

“Agora até dá algum gosto vir às Finanças”. O comentário de Eugénio Lopes, de Alcanede, um dos contribuintes que estrearam as novas instalações do serviço de Finanças de Santarém, reflecte a melhoria das condições de trabalho e de atendimento com a instalação na Loja do Cidadão da cidade. O serviço é o mais beneficiado com as novas instalações no antigo matadouro, que, devido a vários contratempos, demorou sete anos a ser recuperado. Às 9h00 de segunda-feira, 19 de Dezembro, o serviço de Finanças começou a receber os utentes com condições de espera, de atendimento e de maior privacidade.
As antigas instalações das Finanças, que fecharam na sexta-feira, 16 de Dezembro, sem interrupções no atendimento durante a mudança, há muito que eram consideradas das piores do país. O espaço não tinha climatização, o que era um martírio para funcionários e utentes que tinham de se sujeitar ao frio no Inverno e ao calor no Verão. O atendimento era feito ao balcão, sem condições de privacidade, uma vez que a pessoa ao lado conseguia perceber a conversa. Agora os contribuintes são atendidos sentados, à secretária, em postos independentes, que garantem confidencialidade.
No espaço do serviço, que ocupa quase metade do edifício da Loja do Cidadão de Santarém, onde funciona o atendimento de outros serviços públicos e de empresas de fornecimento de energia, como a Galp e a Tagusgás, existem 14 postos de atendimento. As instalações, com muita luz natural, dispõem ainda de três gabinetes mais reservados. Neste local os 37 funcionários têm agora mais espaço e mais condições ambientais para trabalharem, além de agora ser possível uma interacção permanente entre todas as secções, já que anteriormente havia serviços separados fisicamente por falta de espaço.
O serviço, apesar de instalado na loja do cidadão, funciona de forma praticamente autónoma e é possível através de uma porta de vidro separar os espaços. Outra das grandes melhorias obtidas com a mudança foi a instalação do arquivo em condições ambientais e de espaço. Nas anteriores instalações o arquivo funcionava numa cave, o que também tinha implicações em termos de facilidade de acesso e de rapidez.
A chefe do serviço de Finanças de Santarém, Elisabeth Ferreira, reconhece que existiam muitas reclamações dos utentes no anterior espaço por causa das más condições. O director distrital de Finanças, Isaac Carvalho, marcou presença na abertura do novo serviço e sublinhou as “excelentes condições” que permitem um melhor atendimento ao cidadão. A mudança veio também permitir que o serviço fique aberto ao público por mais uma hora diária.
Apesar de terem sido colocados novos equipamentos na zona de atendimento, todos os que estavam nas antigas instalações foram aproveitados. O espaço dispõe também de uma sala de atendimento telefónico, com capacidade para 11 postos de trabalho, onde são atendidos os pedidos de informações de âmbito nacional.

Condições das Finanças de Santarém passam de muito más a muito boas

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido