uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Trump e cowboys no Carnaval de Alhandra
festa. Em Alhandra o convívio começa logo na montagem

Trump e cowboys no Carnaval de Alhandra

Os grupos andam numa roda viva para acabar os corsos a tempo. Este ano há uma novidade: os reis são figuras da televisão e por pouco não desfilaram em Samora Correia.

Edição de 22.02.2017 | Cultura e Lazer

É sábado à tarde e falta uma semana para os sete carros alegóricos daquele que já é considerado o Carnaval “oficial” do concelho de Vila Franca de Xira desfilarem pelas ruas de Alhandra. Dentro do pavilhão da Comissão do Carnaval, vários elementos dos sete grupos serram, tiram medidas, pintam e lançam piadas uns aos outros. “Estamos aqui pelo convívio, mas sobretudo para manter a tradição”, diz a O MIRANTE Bruno Calçada, membro do Grupo do 28 e aquele que tem o corso mais atrasado (ver caixa). Paulo Prazeres abana a cabeça em sinal de concordância. Há 30 anos que participa nos festejos carnavalescos em Alhandra. “Lembro-me de ter seis anos e ir vestido de duque no carros dos Reis”.

Comissão contou com uma “cunha” na TVI
Até agora, os Reis eram sempre “a prata da casa”, que é o mesmo que dizer que eram membros da Comissão do Carnaval. O ano passado foi Paulo Prazeres quem usou a coroa e a sua mulher, tesoureira na Sociedade Euterpe Alhandrense, entidade que organiza o Carnaval, vestiu a pele de Rainha. “Este ano a grande novidade é que vamos ter reis conhecidos”, sublinha, feliz, Paulo Prazeres. O convite foi feito por um membro da comissão que trabalha na TVI e que conseguiu convencer o actor Ângelo Torres e a cantora Nucha a desfilarem. “Soubemos que foram depois aliciados para desfilarem em Samora Correia, mas cumpriram a sua palavra”, revelou Paulo Prazeres.
Entre os corsos que vão desfilar, o público vai poder assistir à passagem de um saloon sobre rodas, com direito a cowboys munidos de pistolas de plástico, ao Mundo das Fadas - o carro onde desfilam as crianças da Associação de Promoção Social de Alhandra - e ainda a um carro que é dedicado a Carmen Miranda. Serão 340 os foliões que irão animar o Entrudo.
Os corsos estão marcados para as 15h00 de domingo e terça-feira. Nos dias 25 e 27 de Fevereiro terão lugar os tradicionais bailes na Sociedade Euterpe Alhandrense e a 1 de Março, pelas 21h30, enterra-se o Carnaval deste ano, já com os olhos postos no de 2018.

O muro do México dos amigos “unidos pelo amor à terra”

São o grupo que tem o carro mais atrasado: ainda é só uma estrutura em madeira, mas garantem que vai estar pronto a tempo e horas: “Se for preciso acabamos de pintar minutos antes do carro sair para a rua”. O Grupo do 28 é um conjunto de amigos “unidos pelo amor à terra”, diz Bruno Calçada. O carro que estão a construir é o único de cariz satírico. “É o muro que Donald Trump [presidente dos EUA] quer construir para separar o México”, revelam. A pé, os foliões deste grupo irão representar diversas nacionalidades. Do lado dos EUA, já existe uma arca “radioactiva”, onde os rapazes do 28 contam guardar o “combustível” para o caminho.

Trump e cowboys no Carnaval de Alhandra

Mais Notícias

    A carregar...