uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Ex-direcção do  Clube Taurino Vilafranquense fez obra

Edição de 16.01.2019 | O MIRANTE dos Leitores

A senhora presidente do Clube Taurino Vilafranquense (CTV) disse recentemente a O MIRANTE que o clube tinha estado “a definhar durante quatro anos nas mãos de dirigentes que não o souberam reerguer”. Em resposta, devo dizer que a senhora presidente deve ter estado ausente nestes quatro anos, mas segundo sei mora ao lado do CTV e esteve presente em alguns eventos que realizámos. É lógico que tenha aparecido uma comissão administrativa. É assim em todo o lado até aparecer uma lista que se proponha ir a eleições.
Não andámos a definhar como diz. E se as direcções foram tão más, pergunto porque é que levou para a sua direcção elementos da anterior direcção.
Quando o António João tomou posse para o primeiro mandato como presidente existiam uns míseros euros em caixa. A nossa primeira preocupação foi recuperar o CTV financeiramente, pagar dívidas até amortizamos uma parte da dívida que o CTV tinha a um sócio. Em segundo lugar, fizemos obras: Demos dignidade à casa de banho, colocámos mais iluminação, pintámos o interior e o exterior e comprámos cadeiras, um computador, o grelhador e oferecemos à Escola de toureio José Falcão dois capotes, uma muleta e um ajuda.
Quando decidimos não nos candidatarmos, o CTV tinha um saldo que rondava os cinco mil euros, que o tesoureiro actual pode confirmar pois já o era na anterior direcção. Promovemos o regresso dos Maestros José Júlio e Mário Coelho ao CTV, onde não entravam há anos, prestando-lhes a devida homenagem que mereciam. Organizámos diversos colóquios, em alguns a senhora esteve presente. Homenageámos José Júlio e Vítor Mendes, bem como Luís Miguel da Veiga e Mestre Baptista. Realizámos visitas a ganadarias: Fizemos um dia de Campo, viagem à feira do cavalo em Jerez de la Frontera. E por fim lançámos a feira de sopas que é o êxito que todos conhecemos.
Se quiséssemos andar em bicos dos pés ou utilizarmo-nos do nome do CTV, teríamos continuado, se os sócios quisessem.
Arnaldo Marques
Ex-vice-presidente do Clube
Taurino Vilafranquense

Mais Notícias

    A carregar...