uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Conhecidas em Maio alternativas para estacionar na Póvoa de Santa Iria
Polémica em torno das ciclovias pintadas nas ruas da Póvoa de Santa Iria está longe de terminar

Conhecidas em Maio alternativas para estacionar na Póvoa de Santa Iria

Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira vai anunciar novidades em reunião a realizar com moradores da cidade. Em causa a polémica em torno da construção de ciclovias que roubaram lugares para estacionamento automóvel.

Edição de 08.05.2019 | Sociedade

O município de Vila Franca de Xira vai promover no dia 27 de Maio, pelas 18h30, no salão nobre da Quinta da Piedade, uma reunião com os moradores da cidade envolvidos nas diferentes recolhas de assinaturas em torno da polémica das ciclovias e do estacionamento na Quinta da Piedade.
Na reunião, o presidente do município, Alberto Mesquita (PS), promete apresentar um conjunto de soluções para a criação de novas zonas de estacionamento na Quinta da Piedade, em articulação e continuidade com os modos de mobilidade suave, para análise e discussão conjunta com os moradores.
O convite para a reunião foi deixado ao primeiro signatário da petição que pedia a continuidade das ciclovias na Póvoa de Santa Iria. Uma petição que contrasta com outra, subscrita por outras centenas de moradores, que pede a abolição das ciclovias naquela zona da cidade já que as mesmas vieram ocupar locais onde os moradores estacionavam os carros durante a noite por falta de lugares.
Os subscritores querem que a câmara declare nulo o acto que aprovou a construção das ciclovias e que em substituição seja construída uma via partilhada que cumpra igualmente a estratégia municipal de mobilidade urbana sustentável, que se marquem os lugares de estacionamento que estavam disponíveis na faixa de rodagem e que se estude a criação de estacionamento num terreno baldio na zona entre as ruas Alberto Sanches de Castro e Almirante Gago Coutinho.
A situação tem dividido os moradores e há mesmo quem esteja a favor das ciclovias e tenha lançado uma outra petição pedindo ao município para que não desista das mesmas e mantenha as obras. É um imbróglio que o presidente do município, Alberto Mesquita, prometeu moderar. A petição que pede uma reformulação das ciclovias, que reuniu perto de um milhar de assinaturas, foi entregue em Setembro. Uma semana depois foi realizada outra petição pedindo exactamente o oposto, ou seja, a manutenção daquelas vias.
Os trabalhos de construção das ciclovias ficaram suspensas enquanto o município estuda novos locais onde construir novas bolsas de estacionamento. Mas não está a ser uma tarefa fácil, já que a cidade é densamente povoada e os espaços para estacionamento acabarão por ter de ser construídos à custa do sacrifício de espaços verdes.

Conhecidas em Maio alternativas para estacionar na Póvoa de Santa Iria

Mais Notícias

    A carregar...