uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Lançar obra para exterior da igreja do Carmo e pedir apoio para recuperar o interior
Provedor da Misericórdia de Torres Novas, António Gouveia da Luz (à esq.) com o presidente da câmara, Pedro Ferreira, e o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel

Lançar obra para exterior da igreja do Carmo e pedir apoio para recuperar o interior

Provedor da Misericórdia de Torres Novas opta por não perder tempo. Na assinatura do contrato para as obras exteriores da Igreja do Carmo em Torres Novas, que vão custar 99 mil euros, a proprietária do edifício pediu apoio para a restauração do interior.

Edição de 08.05.2019 | Sociedade

O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas, António Gouveia da Luz, aproveitou presença do secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, para a assinatura do contrato de requalificação do reboco exterior da igreja do Carmo, para lhe pedir apoio para a recuperação do interior do edifício.
“Vamos recuperar a parte exterior da Igreja de Nossa Senhora do Carmo mas o interior está num estado lastimável e necessita urgentemente de obras”, disse o Provedor durante a cerimónia de assinatura do contrato de requalificação do reboco exterior da Igreja. O acto decorreu na terça-feira, 23 de Abril e, para além do secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, estiveram presentes representantes da Direcção-Geral das Autarquias Locais e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR).
António Gouveia da Luz disse que, devido às sucessivas infiltrações, o edifício tem vários problemas, nomeadamente a nível da rede eléctrica e do pavimento. “Neste momento vamos aguardar a conclusão das presentes obras. Mas, seguidamente apresentaremos um novo projecto de reabilitação da zona interior e vamos necessitar da colaboração do Estado”, sublinhou.
Em resposta, o secretário de Estado das Autarquias Locais admitiu que pode não haver dinheiro para muitas situações, mas para projectos tem de haver pois sem eles não se fazem obras. “Vamos aguardar primeiro a realização destas obras. Só depois delas estarem concluídas é que podemos pensar em mais alguma”, adiantou. Destacou ainda o papel importante do município na realização da requalificação exterior, uma vez que o mesmo comparticipou metade dos custos.
O presidente da câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, realçou a ligação sentimental da população de Torres Novas para com o Convento do Carmo – anterior Hospital da Misericórdia até ao dia 25 de Abril de 1974 – e confessou não ser uma imagem aprazível ver-se o convento totalmente requalificado e, mesmo ao lado, a igreja em mau estado.
“A Misericórdia tem feito um grande esforço financeiro para manter o seu património com as condições mínimas e isso deve ser louvado”, referiu. As obras de requalificação do reboco exterior da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Torres Novas, vão ter um custo de 99 mil euros e serão comparticipadas em parte iguais pela autarquia e pela Administração Central.

Lançar obra para exterior da igreja do Carmo e pedir apoio para recuperar o interior

Mais Notícias

    A carregar...