uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Central de Cervejas apoia 400 famílias carenciadas do concelho de Vila Franca de Xira
Responsáveis da rede social do município de Vila Franca de Xira e da Sociedade Central de Cervejas brindam à assinatura de um protocolo entre as duas entidades

Central de Cervejas apoia 400 famílias carenciadas do concelho de Vila Franca de Xira

Em 13 anos a empresa contribuiu com um milhão e quatrocentos e vinte mil euros no apoio a famílias em situação socioeconómica precária.

Edição de 03.07.2019 | Economia

A Sociedade Central de Cervejas (SCC) está a apoiar pelo 13º ano consecutivo as famílias carenciadas do concelho de Vila Franca de Xira, doando uma verba de 100 mil euros, através de um protocolo de cooperação social com a câmara municipal.
O montante atribuído pela SCC vai ser canalizado para a satisfação das necessidades básicas de 400 famílias em situação socioeconómica precária, através da rede social do município de Vila Franca de Xira. O protocolo entre as duas entidades foi assinado na terça-feira, 11 de Junho, nas instalações da cervejeira sediada em Vialonga e insere-se no âmbito da política de responsabilidade social da empresa que tem permitido ajudar, nos últimos 13 anos, centenas de famílias carenciadas daquele concelho.
Alberto Mesquita (PS), presidente do município de Vila Franca de Xira, brindou com o director executivo da empresa, Boris Miloushev, ao sucesso desta parceria “tão importante em termos sociais para ajudar aqueles que mais precisam”. “Somos um município de relações fortes onde existem empresas como a Central de Cervejas, com responsabilidade social”, referiu o autarca, aproveitando para lançar o repto a outras empresas para que desenvolvam uma postura social que ajude a combater a pobreza no território onde se inserem.
No âmbito deste protocolo com o município, a empresa contribuiu, desde 2006, com um milhão e quatrocentos e vinte mil euros. Para Nuno Pinto Magalhães, director de Comunicação e Relações Institucionais da Central de Cervejas, esta contribuição é uma forma de ajudar as pessoas carenciadas e reforçar a ligação da empresa com a comunidade local. “Esta é a nossa forma de devolver à comunidade o bom acolhimento que nos dá desde 1968”- ano em que a Central de Cervejas se instalou em Vialonga, refere, destacando que 30 por cento dos colaboradores residem naquela freguesia.
A verba vai ser canalizada para a distribuição de cabazes alimentares, com ajuda das diversas entidades que colaboram com a rede social do concelho e que estabelecem a ponte com as famílias.

Pedidos de ajuda têm diminuído
De acordo com a vereadora com o pelouro da acção social, Fátima Antunes (PS), tem-se registado uma diminuição de pedidos de ajuda face a 2017, ano em que a rede social prestava este tipo de apoio a 600 famílias. “Comparativamente com o último semestre de 2018” também se regista uma “redução de 40 famílias”, notou a vereadora.
“Embora o desemprego tenha reduzido nos últimos anos continua a ser a problemática dominante nas várias freguesias, sobretudo situações de desemprego prolongadas por falta de competências”, refere Fátima Antunes, adiantando que nesse sentido o município “procura colmatar essas dificuldades em parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional.
Por sua vez, os baixos rendimentos e a subida das rendas das habitações são, segundo a autarca, uma nova problemática que está a afectar várias franjas da sociedade, incluindo a população idosa. “As pessoas são despejadas das suas casas e entram em situações económicas difíceis” porque não conseguem suportar os valores das rendas. Vila Franca de Xira, Póvoa de Santa Iria e Alverca do Ribatejo são as zonas do concelho onde há mais famílias com carências identificadas.

Central de Cervejas apoia 400 famílias carenciadas do concelho de Vila Franca de Xira

Mais Notícias

    A carregar...