uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Jovem da Ribeira de Santarém acusado de roubo e furtos

Suspeito de vinte anos de idade já está a aguardar julgamento em prisão preventiva

Edição de 03.07.2019 | Sociedade

O Ministério Público deduziu acusação contra um suspeito de roubo e furtos qualificados, que reside na Ribeira de Santarém, concelho de Santarém. O jovem, de 20 anos, está acusado de um crime de roubo e cinco de furto qualificado.
Os factos de que está acusado ocorreram entre Setembro de 2018 e Fevereiro de 2019, sendo que o mais grave foi quando no dia 26 de Outubro de 2018 agrediu um homem, numa rua da cidade de Santarém, para lhe roubar um telemóvel e um relógio de pulso. Além deste assalto na via pública em Santarém, o jovem é também suspeito de furtos no interior de veículos e numa habitação.
A acusação foi concluída na terça-feira, 18 de Junho, cerca de uma semana depois de ter sido detido e mandado para prisão preventiva, na sequência da emissão pelo Ministério Público de mandados de detenção fora de flagrante delito. Sujeito a primeiro interrogatório judicial, o juiz de instrução entendeu aplicar a medida de coação mais gravosa.
O crime de roubo é punido com prisão de um a oito anos, pena que aumenta para um mínimo de três anos e um máximo de quinze se tiver havido perigo para a vítima ou se tenha havido agressão grave. O furto qualificado, previsto no Código Penal, prevê penas de prisão até cinco anos ou com pena de multa até 600 dias, que são elevadas para prisão entre dois e oito anos se os objectos furtados forem de valor consideravelmente elevado, ou se o crime tiver sido cometido por arrombamento, escalamento ou entrada em habitação ou estabelecimento através de chaves falsas.

Mais Notícias

    A carregar...