uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
GNR de Alcanena tem um posto novo mas faltam efectivos
Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, marcou presença na inauguração do novo quartel da GNR em Alcanena

GNR de Alcanena tem um posto novo mas faltam efectivos

Inauguração das novas instalações da Guarda decorreu na terça-feira, 9 de Julho, e era uma ambição com duas décadas. Anteriores instalações eram um mau exemplo de degradação e precariedade.

Edição de 17.07.2019 | Sociedade

Agora que os militares da GNR de Alcanena passaram a ter instalações condignas, a presidente do município, Fernanda Asseiceira (PS), aproveitou a presença do ministro da Administração Interna, na inauguração do novo posto para lhe pedir um reforço do contingente, pois entende que os efectivos são poucos para a realidade do concelho.
“Fica mais uma vez o apelo para que este posto possa ser reforçado com homens e mulheres para que possam continuar a fazer o seu melhor, tal como sempre o fizeram mesmo em péssimas condições”, afirmou a autarca durante a cerimónia que decorreu na manhã de terça-feira, 9 de Julho.
Segundo Fernanda Asseiceira, a construção do novo posto foi um processo de muitos contactos, reuniões e insistências, tendo sido apenas desbloqueado depois da visita que a secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, realizou ao concelho, em 2016.

Município comprou edifício para instalar o novo posto
Recorde-se que a presidente do município assinou em 18 de Junho de 2018, na presença da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, o auto de consignação que permitiu o início da obra de adaptação do edifício onde funcionou o departamento de obras municipais antes desse serviço ser transferido para outras instalações.
O edifício pertencia à EDP, a quem o município pagou 250 mil euros em 2015 pela sua aquisição. A intervenção, orçada em 357.402 euros mais IVA, foi assegurada financeiramente pelo Ministério da Administração Interna. O antigo posto da GNR encontrava-se num estado de degradação visível.

Há outras obras em curso na região
O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou ser com “muita alegria” que viu resolvido em dois anos um problema com mais de 20 anos e realçou o impacto da Lei de Programação de Investimentos, que disponibiliza, entre 2018 e 2021, uma verba de 450 milhões de euros para investimento nas forças e serviços de segurança.
Segundo o governante, neste momento existem cerca de 80 instalações das forças de segurança em várias fases de intervenção. Só no distrito de Santarém, enumera, estão em curso obras no quartel da GNR de Salvaterra de Magos e na esquadra da PSP no Entroncamento, bem como no comando e na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas.

Entrega de veículos todo-o-terreno

Durante a cerimónia de inauguração das novas instalações foi ainda celebrado um protocolo de cedência de uma viatura todo-o-terreno, pela autarquia, ao Posto da GNR de Alcanena e entregues pelo Governo 25 novas viaturas ligeiras de combate a incêndios. Os novos veículos destinam-se a reforçar a capacidade de patrulhamento, prevenção e combate aos incêndios rurais da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro.

GNR de Alcanena tem um posto novo mas faltam efectivos

Mais Notícias

    A carregar...