uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Recuperar o Bairro Camões no Entroncamento parece um trabalho inglório

Recuperar o Bairro Camões no Entroncamento parece um trabalho inglório

Edição de 06.11.2019 | O MIRANTE dos Leitores

Há um ano voltou a falar-se na recuperação do Bairro Camões, no Entroncamento, um antigo bairro ferroviário constituído por trinta e duas pequenas moradias. Pelo que li foi constituída uma cooperativa de habitação económica que começou a aceitar inscrições de associados e formalmente abriram-se as portas ao início do processo de voltar a ter pessoas a viver naquele bairro.
Pessoalmente sempre fui céptico em relação a esta ideia. Recuperar pequenas vivendas, abandonadas há muitos anos, que foram desenhadas e construídas nos anos trinta e quarenta do século passado, com as técnicas de altura, de acordo com as exigências de altura e, muito provavelmente utilizando materiais de média ou baixa qualidade, para servirem de habitação a operários dos caminhos de ferro, parece-me muito complicado.
Cada habitação custará entre cem e duzentos mil euros e, como é natural, não serão recuperadas simultaneamente. Ir viver numa delas, já recuperada, num bairro com a maioria das casas abandonadas e/ou vazias, mesmo que as ruas e os passeios tenham sido arranjados e numa zona onde não mora mais ninguém, ao lado de um espaço ferroviário onde vagões velhos apodrecem ao ar livre e sem comércio ou um simples café, não será muito atractivo.
A cidade do Entroncamento tem muitas casas em venda, a maioria das quais nunca habitadas, tanto vivendas como apartamentos. Empregos que possam fixar ou atrair pessoas não há. De ano para ano já se nota uma tendência para a diminuição da população. Quero ser optimista mas não posso deixar de ser realista. Mesmo recuperar apenas a escola Camões, que integra o Bairro, será tarefa inglória, pelos custos e por ela continuar isolada da cidade.
Adriano Francisco de Deus

Recuperar o Bairro Camões no Entroncamento parece um trabalho inglório

Mais Notícias

    A carregar...