uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Semáforos avariados causam o caos na ponte da Chamusca
Os semáforos colocados em Julho à entrada do tabuleiro da ponte estão avariados

Semáforos avariados causam o caos na ponte da Chamusca

A sinalização está intermitente, o que permite a passagem em ambos os sentidos do estreito tabuleiro. Quando dois camiões se cruzam, sobretudo em manhãs de nevoeiro, o tráfego fica bloqueado e a confusão instala-se.

Edição de 06.11.2019 | Sociedade

Os novos semáforos colocados em Julho pela Infraestruturas de Portugal (IP) na Ponte Dr. João Joaquim Isidro dos Reis, estão mais uma vez avariados. Esta situação acontece há várias semanas e causa grandes transtornos a quem por ali passa diariamente. O tempo de espera na travessia, que liga os concelhos de Chamusca e Golegã na EN243, chega a ser de uma hora, como aconteceu no dia 21 de Outubro.
As primeiras horas da manhã, em que o nevoeiro se faz sentir com frequência, são as mais complicadas. A sinalização está intermitente, o que permite a passagem de veículos em ambos os sentidos no estreito tabuleiro. Quando dois camiões se cruzam o trânsito fica bloqueado.
A Câmara da Chamusca diz já ter dado conta da avaria à IP, tendo feito o pedido para que a Guarda Nacional Republicana (GNR) ficasse na posse das chaves que dão acesso à caixa que permite fazer o manuseamento dos semáforos. O que foi negado por parte da IP, referiu Paulo Queimado, presidente da Câmara da Chamusca, na reunião do executivo de 22 de Outubro.
O novo sistema semafórico de controlo contemplou a colocação de sinalização vertical e execução de sinalização horizontal de cada lado da ponte. A intervenção tinha como objectivo disciplinar o tráfego rodoviário, sobretudo no controlo do cruzamento de veículos pesados com largura superior a 2,40 metros, uma vez que o tabuleiro da ponte é estreito e palco de frequentes congestionamentos de trânsito, sobretudo em dias de visibilidade reduzida. No entanto, as avarias são constantes e esta tem sido a mais longa.
O MIRANTE solicitou esclarecimentos à IP sobre esta situação, mas até ao fecho desta edição não foram respondidas as nossas questões.

Semáforos com caixa partida no Pinheiro Grande
Também na freguesia de Pinheiro Grande, concelho da Chamusca, existem uns semáforos em plena EN118 que estão há vários meses com a caixa de accionamento para peões partida e com os fios eléctricos descarnados. O caso foi falado em reunião de câmara pela vereadora Gisela Matias (CDU).
Paulo Queimado atribuiu as responsabilidades à IP. Já a IP, que sobre este tema respondeu às questões de O MIRANTE, garante que a manutenção dos semáforos em causa está a cargo da Câmara da Chamusca.

Semáforos avariados causam o caos na ponte da Chamusca

Mais Notícias

    A carregar...