Sociedade | 15-12-2022 11:15

Mau tempo provoca 175 ocorrências em seis dias

chuva mau tempo

Alverca e Vialonga foram as localidades mais afectadas

Prédios alagados, estradas submersas, garagens e carros submersos, deslizamentos de terras e quedas de árvores, foram estas as principais consequências das chuvas intensas e do mau tempo que afectou a região na última semana.

De 7 a 13 de Dezembro a Protecção Civil Municipal registou 175 ocorrências. Estiveram no terreno 178 viaturas e um total de 497 operacionais para a resolução de 109 ocorrências de inundações, 24 situações de movimentos de terras e deslizamentos, 19 de limpeza de vias, 5 quedas de árvores e 8 quedas de estruturas. Foi também registada a necessidade de realizar dez desentupimentos. No dia 8 de Dezembro seis pessoas ficaram desalojadas e tiveram de ser temporariamente instaladas em habitações municipais. Não há registo de feridos.

As freguesias de Alverca do Ribatejo e Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa registaram o maior número de ocorrências, com 39 cada uma. Em seguida está Vialonga, com 29 ocorrências, a união de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz com 24 situações, Castanheira do Ribatejo com 23 e Vila Franca de Xira com registo de 21 ocorrências. Estes números podem ainda ser alterados caso o tempo chuvoso se mantenha nos próximos dias.

As autoridades pedem ainda que a população adopte medidas de auto-protecção que podem fazer a diferença. Atenção aos avisos feitos pela Protecção Civil, pelos bombeiros e pelas forças de segurança, evitar as zonas mais susceptíveis de ficarem alagadas, adoptar uma condução defensiva, prestar atenção à formação de lençóis de água e à subida dos níveis da água são algumas sugestões deixadas pelo Coordenador Municipal da Protecção Civil de Vila Franca de Xira, António Carvalho.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo