uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Como tudo deveria ser em termos de assistência médica hospitalar

Edição de 10.10.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Permitam-me que fale da luz verde dada pela Câmara Municipal de Santarém à instalação do novo Hospital da Luz. Tudo muito bem mas presentemente já temos capelinhas hospitalares a mais. Não aceito certas anomalias constantemente.
Um doente internado ou assistido na consulta externa hospitalar a necessitar de uma operação cirúrgica, deve ser informado, passado algum tempo, que poderá ser operado no Porto, Coimbra, Entroncamento ou outro local e deve optar pelo hospital, ficando a aguardar a marcação até ter vaga. Há casos que se arrastam vários meses e mais não digo.
A saúde em Portugal está cronicamente doente, por culpa minha e de todos. Todas as câmaras e juntas de freguesia e todos os habitantes devem unir forças com vontade férrea para que haja um hospital público Polivalente, com todas as valências, evitando a saída de doentes do distrito, seja para exames, tratamentos os cirurgias.
O Hospital que menciono deve ser construído ou instalado em local de acesso fácil e parque de estacionamento com capacidade adequada, junto a creche, infantário e bairro adequado ao pessoal médico e enfermeiros e um pólo universitário para incentivar a sua permanência, no distrito. Não esquecer salários dignos.
Não aceito que em pleno século XXI grande parte dos habitantes deste Distrito continue a deslocar-se diariamente para Lisboa e outros distritos para trabalhar.
José Carreira Mendes - Marinhais

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques