Economia | 06-08-2023 10:00

Nersant perdeu mais um elemento da direcção e director executivo está a recibo verde

Nersant perdeu mais um elemento da direcção e director executivo está a recibo verde
Diogo Ramos

Domingos Chambel vai a eleições em Agosto mas na reta final do seu primeiro mandato perdeu mais um elemento da direcção. O director executivo, Luís Ferreira, estará a recibo verde, o que poderá pôr em causa a legalidade do cargo.

Diogo Ramos, vogal da direcção da Nersant, pediu a demissão a menos de um mês da realização de eleições para os novos órgãos sociais. Diogo Ramos seguiu o caminho de João Lucas que era vice-presidente e também apresentou a demissão por incompatibilidades com Domingos Chambel de quem era crítico. Recorde-se que Domingos Chambel ganhou a presidência da associação há cerca de três anos e desde que tomou posse que tem vindo a abrir várias frentes de guerra incluindo com aqueles a quem sucedeu na presidência, nomeadamente José Eduardo Carvalho e Maria Salomé Rafael.
António Rodrigues, que é actualmente também vice-presidente da direcção também estará em conflito com Chambel mas, tal como José Coimeiro, tesoureiro da direcção, mantêm silêncio sobre as questões e conflitos internos na associação.


Um presidente executivo a recibo verde
António Campos, o antigo director executivo que trabalhou na Nersant mais de duas décadas, tem sido atacado publicamente de “incompetente” e de querer passar “rasteiras” ao novo líder da associação. Entretanto, António Campos foi substituído no lugar por Luís Ferreira, um professor reformado que, segundo O MIRANTE apurou, estará a exercer funções a recibo verde o que deverá ser incompatível com o cargo.
Domingos Chambel não parece muito preocupado com as várias situações de conflito que tem provocado durante a sua gestão e, aparentemente, ainda muito menos por ter um director executivo na Nersant que não pertence aos quadros da associação. Luís Ferreira estará muito longe dos objectivos que tinha traçado para os seus primeiros meses de trabalho, em parte devido à sua inexperiência, e também pelo facto de estar a trabalhar com um dirigente que já assumiu que o seu grande objectivo neste mandato é acabar com as despesas parasitárias das anteriores direcções.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo