uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Restauração é um pilar fundamental para o desenvolvimento do turismo
Ceia da Silva destaca importância da restauração para o desenvolvimento do turismo na região

Restauração é um pilar fundamental para o desenvolvimento do turismo

Entidade Regional do Turismo do Alentejo e Ribatejo certificou dois restaurantes no concelho de Azambuja.

Edição de 24.10.2018 | Economia

Uma semana passada sobre o lançamento da marca Azambuja Terra do Torricado, pela autarquia azambujense, Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional do Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR) certificou dois restaurantes no mesmo concelho, na sexta-feira, 12 de Outubro. Os restaurantes Mercearia do Peixe & Cia, em Vila Nova da Rainha, e Oficina dos Sabores, em Aveiras de Cima, foram os merecedores da distinção e têm agora de cumprir um conjunto de requisitos de qualidade, que vão ao encontro da valorização da gastronomia tradicional e dos produtos endógenos da região.
Ceia da Silva adverte que a restauração é um pilar fundamental para o desenvolvimento do turismo na região e que o turista precisa de comer bem para voltar a visitar os mesmos locais. Deixou expressa a ideia de que os restaurantes “são o verdadeiro posto de turismo a nível local” e que devem cooperar com a ERTAR para “tornar a região apetecível” para o turista. “O turismo é o sector de actividade mais compósito, onde tem de funcionar o alojamento, restauração, animação e transportes, e onde a certificação tem um peso importante”, acrescenta.
Para Luís de Sousa, presidente da Câmara de Azambuja, é motivo de orgulho ter dois restaurantes do concelho certificados pela ERTAR, o que denota a qualidade dos estabelecimentos e da gastronomia da região. A certificação é vista pelo autarca como mais um empurrão para a afirmação do torricado, iguaria gastronómica que o município apresenta como cartão-de-visita no concelho.
O presidente da Entidade Regional do Turismo do Alentejo e Ribatejo anuncia que vem a caminho mais uma aposta para o desenvolvimento do turismo em Azambuja, com a criação dos Caminhos de Santiago. Com partida em Almodôvar, no distrito de Beja, os 875 quilómetros de estrada para os peregrinos vão atravessar o concelho azambujense.
Para Ceia da Siva, este vai ser um “produto importante também para a restauração, porque o peregrino de Santiago tem poder de compra e come nos melhores restaurantes”. A luta, no seu entender, vai continuar a ser a procura de investidores que apostem no alojamento turístico.

Restauração é um pilar fundamental para o desenvolvimento do turismo

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques