uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Daniela Silva Duarte
foto DR Daniela Silva Duarte Administrativa na Pycauto - Comércio de Automóveis, 28 anos, Santarém

Daniela Silva Duarte

Administrativa na Pycauto - Comércio de Automóveis, 28 anos, Santarém

Edição de 20.12.2018 | Agora Falo Eu

Quando está a almoçar ou a jantar com a família ou amigos e há alguém que passa o tempo a consultar o telemóvel, isso incomoda-a?

À mesa deve ser dada atenção às pessoas que estão connosco pois é sempre uma boa altura para conversar. O telemóvel não é para usar nessas alturas.

Como é para si um dia bem passado?

Um dia bem passado é com a minha família a passear e acima de tudo a brincar com o meu filho.

Acha possível virmos a sofrer atentados terroristas como os que acontecem noutros países?

Infelizmente, acredito que podemos vir a sofrer atentados terroristas. Fazemos parte da União Europeia, logo nunca se sabe... Mas penso que mesmo que possamos estar a fazer tudo para prevenir, as medidas de prevenção nunca serão suficientes.

Lê as notícias em jornais ou prefere a internet?

Leio as noticias na internet, tornou-se um hábito pela comodidade que dá lê-las no telemóvel.

Alguma vez pensou escrever um livro? E se escrevesse um, escrevia sobre que assunto?

Nunca pensei escrever um livro, mas se o fizesse optava por escrever um romance.

Todas as tradições devem ser defendidas ou há algumas que mais vale esquecê-las?

Não ligo muito a tradições.

Costuma fazer exercício físico? Em casa ou no ginásio?

Perdi o hábito de ir ao ginásio. De vez em quando faço umas caminhadas.

Lembra-se da maior extravagância que fez na sua vida?

Sinceramente, não me recordo de nenhuma extravagância que tenha feito.

Se houvesse um referendo em Portugal para sair da União Europeia e do Euro, qual acha que seria o resultado?

Portugal já recorreu a resgates financiados pela Europa. Para além desse apoio podemos considerar importantes os diversos apoios para múltiplos sectores. Independentemente da situação que Portugal tem passado nos últimos anos, a União Europeia dá-nos um sentimento de protecção. Mas é claro que há sempre críticas.

Ainda tem tempo para tomar o pequeno-almoço em casa ou toma-o no café ao pé do emprego?

Nunca saio de casa sem tomar o pequeno almoço em família.

Alguma vez deu sangue?

Nunca dei sangue porque não gosto de agulhas.

Se vir alguém deitar lixo para o chão diz-lhe alguma coisa?

Não gosto de ver alguém deitar lixo para o chão, mas não digo nada para não me sujeitar a ouvir alguma resposta desagradável.

Como gostaria de ser recordada?

Gostaria de ser recordada como sou, com carinho e saudade.

Já foi vítima de alguma burla?

Felizmente nunca fui burlada.

Tem medo das alturas ou qualquer outra fobia?

De alturas não tenho medo mas confesso que não gosto de répteis.

A instalação de câmaras de vídeo vigilância é uma boa maneira de combater a criminalidade?

As câmaras de vigilância são um investimento muito útil mas não substituem o patrulhamento feito pelas autoridades nem a relação de proximidade com o cidadão comum que esse patrulhamento permite.

Daniela Silva Duarte

Mais Notícias

    A carregar...