uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Doentes internados transferidos durante a madrugada entre hospitais do Médio Tejo

Edição de 26.12.2018 | O MIRANTE dos Leitores

Imagine que o seu pai, a sua mãe, ou um familiar próximo está internado, por exemplo, no Hospital de Abrantes, há vários dias. O que pensaria se soubesse que esse seu ente querido foi acordado de madrugada, às duas ou três da manhã, e transferido de ambulância, para o Hospital de Tomar ou de Torres Novas, para um serviço idêntico àquele onde está, não para receber tratamento diferenciado ou para ser sujeito a qualquer exame mas apenas para, eventualmente, libertar uma cama?
E sublinho o facto de tal ocorrer de madrugada, sem qualquer necessidade aparente e sem acompanhamento de médico ou de enfermeiro. Isto para além de se tratar de doentes muito idosos.
Acho que estas situações, que segundo sei, ocorrem com regularidade, sem qualquer benefício para os doentes, são profundamente desumanas e violentas uma vez que os doentes estão fragilizados, indefesos, desorientados e assustados. Só quem não é idoso e nunca esteve numa cama de hospital é que não sabe como o medo se acentua quando a noite cai...negra como a morte. E isto não é poesia!!
Francisco Mineiro

Mais Notícias

    A carregar...