uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
CERCI de Azambuja pede ajuda para evitar a extinção
Carlos Neto é o Presidente da CERCI Flor da Vida de Azambuja

CERCI de Azambuja pede ajuda para evitar a extinção

Instituição continua com graves problemas financeiros e corre o risco de encerrar. Os funcionários já receberam os ordenados de Outubro e Novembro, mas continuam por saldar os subsídios de férias e ordenados de Setembro. Até 31 de Janeiro decorre uma campanha para angariação de fundos junto da comunidade.

Edição de 26.12.2018 | Sociedade

A CERCI Flor da Vida, instituição que apoia pessoas portadoras de deficiência, continua a viver tempos difíceis e corre o risco de encerrar, caso não consiga estabelecer novo acordo com a Segurança Social, para o aumento das transferências do Estado. O director da IPSS sediada em Azambuja, Carlos Neto, refere a O MIRANTE que vai reunir nos próximos dias com o Instituto da Segurança Social para expor os problemas financeiros e pediu também apoio à Câmara de Azambuja para evitar um desfecho trágico, que obrigaria à mobilização de 369 utentes para outras entidades vocacionadas para o apoio à deficiência.
O dirigente associativo confirma que foram pagos os ordenados de Outubro e Novembro aos 80 funcionários, mas continuam por saldar “alguns salários referentes ao mês de Setembro e subsídios de férias”. Tal como O MIRANTE noticiou em Novembro, nenhum salário referente a Setembro tinha sido pago e apenas metade tinha recebido o subsídio de férias.
Em comunicado, a Câmara de Azambuja refere que “tem apoiado e continuará a apoiar a CERCI Flor da Vida no quadro legal previsto no Regulamento de Apoio às IPSS. Contudo, e apesar de estar sensível à emergência do momento, a autarquia vê-se proibida por lei de atribuir qualquer subsídio destinado ao pagamento de despesas com pessoal, dívidas a fornecedores ou liquidação de empréstimos”.

Campanha de ajuda até 31 de Janeiro
Nesse quadro, a autarquia lança à comunidade “um apelo à ajuda financeira para que a CERCI Flor da Vida possa honrar os compromissos com os seus funcionários e fornecedores e, sobretudo, possa dar continuidade ao inestimável serviço que presta a tantos cidadãos portadores de deficiência, que dele tanto necessitam”. O apelo é dirigido às empresas e a pessoas a título individual.
Como forma de agradecimento, a CERCI comprometeu-se a disponibilizar um espaço no interior das suas instalações para registo dos nomes de todos aqueles que fizerem um donativo. A campanha decorre até 31 de Janeiro e os donativos são aceites por transferência bancária para a conta com o IBAN – PT50 0045 5070 4002 0387 6145 2.

CERCI de Azambuja pede ajuda para evitar a extinção

Mais Notícias

    A carregar...