uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Magia de quem se destaca é feita de esforço, perseverança e extrema dedicação

Mérito das Personalidades do Ano aplaudido por meio milhar de pessoas

Um clima descontraído e intimista marcou os discursos dos prémios Personalidades do Ano de O MIRANTE, entregues na tarde de quinta-feira, 14 de Fevereiro, em Santarém. A iniciativa realiza-se desde 2005 e faz parte do calendário de grandes eventos da região. Estiveram presentes cerca de meio milhar de pessoas.

Edição de 26.02.2019 | Personalidades do Ano

“Se não me sinto ribatejano por adopção sou ribatejano de paixão”, confessou António Ramalho, presidente do Novo Banco, na hora de receber das mãos de José Eduardo Carvalho, Vasco Luís de Mello e Joaquim Emídio, o galardão de Personalidade do Ano Nacional atribuído pelos jornalistas O MIRANTE.
Num tom descontraído, o banqueiro confessou no seu discurso a paixão que tem pela região e os laços que esta lhe deixou na sua vida. “Os melhores e mais importantes momentos da minha vida foram passados aqui”, confessou, ao mesmo tempo que elogiou o papel de O MIRANTE na comunidade e a “magia da coragem, proximidade, cidadania e perseverança” que fazem sucesso em qualquer organização e, também, na imprensa regional.
Os prémios Personalidades do Ano foram entregues em Santarém, no Convento de S. Francisco na tarde de quinta-feira, 14 de Fevereiro. Os discursos dos galardoados foram pautados por um clima descontraído e intimista. A assistir estiveram cerca de quinhentas pessoas.
A atleta Inês Henriques, eleita Personalidade do Ano, confessou o “sabor especial” do galardão, ainda para mais porque quando era jovem confessou nunca ser boa em nada excepto em trabalhar arduamente para alcançar os seus objectivos. “O talento para trabalhar foi-me dado pela família e pelos meus pais, que sempre me deram valores e nunca foram de dar as coisas de mão beijada. Os resultados e os títulos são importantes mas damos mais valor às questões humanas. Eu tinha um sonho e trabalhei para ele, nem sempre é fácil mas vale a pena lutar por ele”, afirmou, com a mãe a assistir nas primeiras filas.
A atleta, que esteve afastada por lesão nos últimos meses, garantiu que já voltou a marchar e aponta baterias aos Jogos Olímpicos de Tóquio, a realizar em 2020.

“Tive o privilégio de fazer o que gosto”
O ciclista Marco Chagas foi distinguido com o prémio Personalidade Vida e afirmou estar a viver uma das fases mais felizes da sua vida, rodeado da família e amigos. “Não tive uma vida fácil mas hoje posso dizer que a minha vida é feliz. Tive o privilégio de fazer o que gosto e sinto-me realizado”, disse, agradecendo a distinção de O MIRANTE.
Quem também se confessou feliz em palco foi Ana Paula Vitorino, ministra do Mar, que recebeu o prémio Personalidade do Ano - Política Feminino. “A maior alegria é poder receber este prémio com todas estas pessoas fantásticas, que fazem um trabalho importante em prol da comunidade”, disse. A ministra a quem o prémio foi entregue por mulheres da região que já receberam o mesmo prémio (Fernanda Asseiceira - presidente de Alcanena; Isaura Morais - Presidente de Rio Maior; Maria do Céu Albuquerque - presidente de Abrantes; Anabela Freitas, presidente de Tomar; Fátima Galhardo - vice-presidente da Câmara de Coruche e Teresa Ferreira, administradora da Águas de Santarém), elogiou o papel de O MIRANTE enquanto jornal que melhor pratica o jornalismo de proximidade no país.
“A imprensa local tem um papel importante para manter os nossos cidadãos informados e enquanto auxiliar na consolidação da nossa democracia e cidadania”, notou. A governante partilhou o prémio com todas as mulheres que, diariamente, “têm a coragem de sair da sua zona de conforto e entrar num mundo de homens”.

O Ribatejo precisa reconquistar o protagonismo que já teve
Francisco Oliveira, presidente da Câmara de Coruche, recebeu o prémio Personalidade do Ano na categoria de Política Masculino e lembrou a urgência da região ribatejana voltar a ter o protagonismo de outros tempos.
“Ser autarca é ter uma missão pela frente. Acreditamos nas nossas gentes. O Ribatejo tem perdido protagonismo mas acredito que as novas gerações vão conseguir dar a volta a essa situação”, referiu, partilhando o prémio com todas as pessoas da sua vida política e autárquica. Francisco Oliveira confessou-se um homem do terreno e lamentou como o excesso de burocracia o prende em demasia ao gabinete. “O brilho nos olhos a quem resolvemos os problemas é o que nos move”, confessou.
José Luís Ferreira, presidente do Ateneu Artístico Vilafranquense, associação distinguida como Personalidade do Ano - Cultura, disse que a colectividade vive tempos de mudança e crescimento, numa óptica de futuro. “Todos estes resultados só têm sido possíveis com a ajuda e empenho de toda uma grande equipa e os nossos parceiros, incluindo a câmara municipal”, agradeceu.
Ainda na cultura, foi também distinguido o Centro Cultural Regional de Santarém. Elias Rodrigues confessou ser “muito gratificante” receber o galardão atribuído por
O MIRANTE e agradeceu a todos os colaboradores e dirigentes que diariamente dão o seu melhor para o centro ter actividade.

Um prémio que é de todos
Abel Bento, presidente do União Futebol Comércio e Indústria de Tomar, agradeceu a distinção com o prémio Personalidade do Ano na área do Desporto Masculino e lembrou que o galardão é de toda a equipa – atletas, direcção, treinadores e todos os que colaboram com o clube. “É o reconhecimento de quem tem lutado muito para recuperar da situação menos boa em que o clube se encontrava”, disse.
Quem também dedicou o galardão a toda a estrutura do clube foi Pedro Barbosa, presidente da Associação Escola de Atletismo Correr + do Cartaxo, que recebeu O prémio Personalidade do Ano Desporto Feminino, rodeado de dirigentes, treinadores e atletas. “Para além do reconhecimento do trabalho feito é um incentivo para continuarmos a trabalhar em prol da associação de que gostamos. Este prémio é de todos: pais, atletas, treinadores e entidades que nos têm apoiado”, afirmou. O dirigente disse esperar também que a iniciativa Personalidades do Ano seja para durar, como forma de estimular outros clubes e entidades que trabalham na região a continuarem a dar o seu melhor.
Este ano o prémio Personalidade do Ano Tauromaquia foi entregue à Associação Cultural A Poisada do Campino, de Azambuja. O presidente da direcção, Joaquim Campino, agradeceu a distinção, partilhou-a com a câmara municipal e junta de freguesia de Azambuja, tendo elogiado a garra de O MIRANTE por ter a coragem, nos tempos que correm, de promover e divulgar a tauromaquia.

Uma estreia em grande
Simone Sécio é a nova presidente da Associação de Jovens de Arrouquelas – H2O e na hora de fazer o discurso de aceitação do prémio Personalidade do Ano na área do Associativismo manifestou o seu “orgulho e satisfação” pela distinção. Foi a primeira vez que usou da palavra num acto público depois de ter tomado posse como nova presidente da associação.
“Temos feito imensa coisa e isto é uma prova de que o associativismo juvenil é importante para a formação dos jovens. Queremos fazer mais e melhor”, referiu.
O galardão e Personalidade do Ano na área da Cidadania foi entregue à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almeirim pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. O comandante da corporação, Jorge Costa, lembrou que a maior riqueza de qualquer organização é o seu valor humano.
“Num mundo cada vez mais individualista os bombeiros são a prova de que é possível ter um espírito de abnegação e amor ao próximo”, frisou, estendendo o reconhecimento de O MIRANTE a todas as corporações do país.
Pedro Ribeiro, presidente da direcção da associação e, simultaneamente, presidente da Câmara de Almeirim, pediu ao ministro da Administração Interna que considerasse a possibilidade de vir a ser permitido aos menores de 18 anos prestar serviço nos bombeiros. “Seria uma forma de poderem mais cedo sentir o que é trabalhar para os outros e a sociedade. Portugal só teria a ganhar com isso”, sublinhou.
A cerimónia Personalidades do Ano de
O MIRANTE homenageou também, a título póstumo, José Andrade, que foi presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal e fundador do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas em Santarém. O filho de José Andrade agradeceu a distinção e lembrou o pai como sendo um homem de valores, que viveu a vida com muita paixão. “Foi uma pessoa muito intensa e que gostava de defender o que tinha de ser defendido. Foi sempre um homem digno e um pai exemplar”, destacou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques