uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Um Chicharro com pele de tubarão

Edição de 19.03.2019 | Emails do Outro Mundo

Inconfundível Manuel Serra d’Aire
Viveram-se momentos marcantes desde que te escrevi o meu último email, começando pelo Carnaval, passando pelo dia de luto nacional pelas vítimas da violência doméstica e acabando no Dia Internacional da Mulher. Mas não houve momento que eu assinalasse com tanta solenidade como o dia em que começaram a entaipar a Colónia Balnear da Nazaré, propriedade da Associação de Municípios do Vale do Tejo, que agrega 19 municípios do distrito de Santarém.
As lágrimas vieram-me aos olhos por saber que esse pode ter sido o primeiro passo para a ressurreição daquele património que, tal como muitas mulheres neste país, tem-se confrontado com o desprezo de quem tinha obrigação de o cuidar e amar, bem como com as agressões dos vândalos que ao longo dos últimos anos foram violando o seu interior, deixando-lhe marcas profundas.
Abençoado presidente da Câmara da Nazaré! O autarca pode ter como apelido Chicharro mas neste processo foi um autêntico tubarão que pôs em sentido o peixe-miúdo ribatejano, começando pelo seu congénere da Chamusca, também presidente da Associação de Municípios do Vale do Tejo. Mas não pensem os outros autarcas ribatejanos que ficam fora da fotografia. Também eles andaram a assobiar para o ar estes anos todos e merecem ficar dentro da moldura.
O desfile de Terça-feira de Carnaval em Samora Correia realizou-se no primeiro domingo da Quaresma porque os foliões tiveram medo da chuva no dia de Entrudo. Nada de grave, diga-se! Porque já ninguém liga à Quaresma, ainda por cima sendo um período relacionado com abstinência, jejum, privações, tudo coisas manifestamente impopulares em tempos de consumo desenfreado. De Quaresma, a malta hoje já só conhece o futebolista. E ao preço a que está o peixe, é cada vez mais complicado para os católicos menos abonados cumprirem o ritual de não comer carne à sexta-feira. Além disso, tal como o Natal, também o Carnaval deve ser quando o homem ou a mulher quiserem. Não é por acaso que vemos tanta gente mascarada durante o ano todo...
A ex-presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, agora arvorada em secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, convocou a comunicação social da região para uma conferência de imprensa no seu novo paradeiro, em Lisboa, mostrando que continua com a veia comunicacional bem afinada. Um amigo rezingão, daqueles para quem tudo está mal, veio logo zurzir que a mulher só quer é aparecer. E continuou dizendo que ao fim de meia dúzia de dias no cargo não podia ter nada para dizer e muito menos para projectar, já que os secretários de Estado não mandam nada (Cavaco chamava-lhes ajudantes), a actual legislatura está no fim e nada garante que a política ribatejana esteja no próximo governo que vai sair das eleições de Outubro.
O meu amigo resmungão até pode ter razão mas, caramba, há que ver as coisas pela positiva. Não é todos os dias que os jornalistas ribatejanos têm oportunidade de ir passear à capital em trabalho e aproveitar para conhecer os novos aposentos da ex-autarca, onde, com um bocadinho de sorte, ainda tiveram direito a chá e bolachas...
Saudações quaresmais do
Serafim das Neves

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques