uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cavaleiros prometem espectáculo na Corrida de O MIRANTE e da ganadaria Grave

Cavaleiros prometem espectáculo na Corrida de O MIRANTE e da ganadaria Grave

João Ribeiro Telles, Luís Rouxinol Jr. e Francisco Palha consideram que esta corrida no Campo Pequeno, no dia 25, é uma das mais importantes da temporada.

Edição de 24.07.2019 | Sociedade

Os três cavaleiros que vão actuar na corrida de O MIRANTE e dos 75 anos da ganadaria Murteira Grave dizem que é uma responsabilidade grande tourearem toiros que são conhecidos por serem duros e muito bravos. O ganadeiro Joaquim Grave já tinha dito que a ganadaria está no melhor momento em que alguma vez esteve em Portugal, realçando que esta tem um selo de exigência. Prevê-se um espectáculo de emoção na quinta-feira, dia 25, às 21h45, no Campo Pequeno, a praça mais importante do país.
Luís Rouxinol Jr. salienta que esta é uma corrida de grande responsabilidade e importância nesta temporada, com dois colegas que bastante admira: João Ribeiro Telles e Francisco Palha. O cavaleiro realça que tem uma ligação importante a esta ganadaria, porque foi com toiros Murteira Grave que fez a prova de praticante e depois a alternativa de cavaleiro profissional. “Tenho muito respeito e admiração por Joaquim Grave, por criar toiros de uma maneira muito especial e que exigem muita concentração”, realça.
Para João Ribeiro Telles ir ao Campo Pequeno e tourear toiros Grave é uma conjugação que até lhe tira o sono, atendendo à exigência de uma corrida de grande nível. O toureiro de Coruche quer manter o nível a que tem habituado os aficionados e está a preparar todos os dias a corrida, até porque, sublinha, o público vai sempre à procura de mais. Tal com realça Francisco Palha: “Compete-me trabalhar muito em casa para agradar ao público que paga bilhete e tem de ter um bom espectáculo”.
Francisco Palha espera ter sorte nesta corrida para manter o nível a que tem habituado os aficionados e de que já deu provas esta temporada. Palha, tal como Ribeiro Telles e Rouxinol Jr. têm feito uma boa temporada. Esta corrida é “uma das mais importantes”, diz João Ribeiro Telles, que este ano já brilhou em Espanha, tendo cortado uma orelha em Madrid. Luís Rouxinol Jr. está a viver uma temporada com mudanças, tendo iniciado um novo projecto com um novo apoderado, Rui Bento.
O cartel é praticamente de base ribatejana e para além dos três cavaleiros actuam os grupos de forcados de Santarém e de Coruche, com a particularidade de os Amadores de Santarém serem capitaneados por João Grave, sobrinho do ganadeiro da corrida, Joaquim Grave, ele próprio também antigo forcado do grupo.
Esta corrida está a motivar uma grande expectativa no Campo Pequeno, que espera ter um dos melhores espectáculos da temporada, esperando-se toiros com uma apresentação ímpar que pedem o bilhete de identidade aos toureiros, que levam o respeito para a arena e a emoção para as bancadas, como realça Paulo Pereira, do Campo Pequeno. A Ganadaria de Joaquim Grave fica situada na Herdade da Galeana, no Alentejo, mas o ganadeiro tem ligações ao ribatejo, tendo sido investigador da Estação Zootécnica Nacional, no Vale de Santarém.

Cavaleiros prometem espectáculo na Corrida de O MIRANTE e da ganadaria Grave

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido