uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“Coruche tem todas as condições para inverter a perda de população”.
foto DR Vera Faria Contabilista certificada, sócia gerente e responsável técnica da Bisconta, Contabilidade e Gestão Lda.

“Coruche tem todas as condições para inverter a perda de população”.

Vera Faria - Contabilista certificada, sócia gerente e responsável técnica da Bisconta, Contabilidade e Gestão Lda.

Edição de 14.08.2019 | Especial Festas de Coruche

Vou todos os anos às Festas de Nossa Senhora do Castelo porque sinto o dever de ajudar a preservar esta tradição. Esta festa é dos coruchenses e nestes dias reencontramos amigos e familiares que por viverem longe não vemos frequentemente.
As festas também têm uma parte religiosa que não podemos esquecer, com as novenas e a procissão em honra de Nossa Senhora do Castelo. Na procissão faço questão de estar sempre presente.
Esta altura das festas é especial. Há muito movimento na vila ao contrário do resto do ano. Coruche renasce e transforma-se no que era há uns anos, quando havia animação nas ruas, gente em movimento e os bares estavam cheios. É um voltar aos tempos do “liceu”. Nestes dias Coruche volta a brilhar e recebe muitas pessoas de outras lugares.
Vejo o futuro de Coruche com preocupação. A vila está cada vez mais deserta. Uma terra só se torna apelativa se houver investimento e postos de trabalho e enquanto isso não acontecer Coruche continuará a declinar. Muitas pessoas que ainda moram cá saem antes das oito da manhã e regressam muitas vezes depois das sete da tarde.
Antigamente acontecia-me o mesmo. Com a minha empresa mudei o rumo. Foi uma boa decisão e estamos a crescer porque não restringi o meu mercado apenas a Coruche… também estou alguns dias fora de Coruche.
Antes fazia uma média diária de 160 quilómetros. Tinha pouco tempo para a minha família. Criei a minha empresa para acompanhar o crescimento dos meus filhos, levá-los à escola, ao futebol… e ter tempo para fazer muitas coisas que gosto de fazer como desporto e conviver com amigos. Para quem trabalhou 14 anos em Lisboa/Cacém e chegou a estar semanas ausente de sua casa, deslocada na sede da empresa, foi uma grande melhoria de qualidade de vida.
Em minha opinião Coruche tem potencialidade para atrair investimento. Boas acessibilidades, estamos a 15 quilómetros da A13, que se liga à A2, que faz a ligação ao Alentejo e Algarve. Por outro lado estamos a 30 quilómetros da ligação à A1, que nos liga a todo o norte de Portugal. Relativamente à vizinha Espanha, estamos a 40 quilómetros do acesso da A6 e a uma hora do aeroporto de Lisboa. Acredito que com a nova expansão da zona industrial tudo possa mudar.

“Coruche tem todas as condições para inverter a perda de população”.

Mais Notícias

    A carregar...