uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O apoio ao padre de Abrantes condenado por burla e falsificação

Edição de 14.08.2019 | O MIRANTE dos Leitores

O Padre José da Graça foi condenado pelo Tribunal de Santarém a cinco anos de prisão com pena suspensa, por crimes de burla tributária, burla qualificada e falsificação de documentos.
Alguns dias após a condenação, o padre foi afastado pelo Bispo de Portalegre e Castelo Branco, deixando de ter a seu cargo as paróquias de São Vicente e São João, em Abrantes, o cargo de capelão do Centro Hospitalar do Médio Tejo e de capelão dos Bombeiros Municipais de Abrantes.
Agora um grupo de pessoas vem dar publicamente o seu apoio ao padre, o que se aceita porque cada um pode manifestar-se solidário com quem quiser. No entanto o mesmo grupo de pessoas vem dizer que quer que o padre continue o seu trabalho no concelho de Abrantes, o que não parece razoável.
Infelizmente há muitos movimentos de apoio a condenados, sejam padres ou políticos o que me deixa sempre perplexa. A justiça condenou, a igreja afastou. Teriam sido todos levianos? O padre José da Graça é completamente inocente? Não seria melhor haver alguma razoabilidade? Será que os restantes paroquianos têm a mesma ideia que estes que o apoiam? Devemos perdoar mas perdoar não é premiar.
Joana Filipa Mateus da Rocha

Mais Notícias

    A carregar...