uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Os principais acontecimentos do ano: SOCIEDADE

Edição de 01.03.2018 | Especial Retrospectiva

Fevereiro

Câmara de Abrantes combate desemprego

Para atrair investimento e combater o desemprego a Câmara de Abrantes disponibiliza incentivos financeiros à contratação de trabalhadores por parte das empresas que escolham instalar-se no concelho. A medida foi anunciada durante a apresentação da campanha de desenvolvimento económico Abrantes INVEST. O município avança com incentivos de instalação a preços reduzidos para indústrias em Abrantes, Pego e Tramagal a 1,5 euros por m2 e para comércios e serviços a 5 euros por m2. Prevê-se a isenção de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT) e de Derrama para empresas com volume de negócios não superior a 150 mil euros.

Rodoviária do Tejo baixa preços dos passes

A Rodoviária do Tejo baixou os preços dos passes para quem se deslocar de Almeirim e Alpiarça para Lisboa na carreira rápida “laranja” como forma de facilitar as viagens de muita gente que trabalha na capital ou que precisa de se deslocar para Lisboa. A partir das duas localidades os passageiros passaram a pagar de passe normal 139 euros em vez dos 160 euros.

Março

Insignare com Centro Qualifica aprovado

A Insignare, da qual fazem parte a Escola Profissional de Ourém e a Escola de Hotelaria de Fátima, viu aprovado pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), o seu Centro Qualifica, sucessor do CQEP (Centro para a Qualificação e Ensino Profissional). Com esta aprovação a Insignare vê “recompensado o seu pioneirismo ininterrupto nesta área de quase duas décadas, sendo ainda hoje encarada como um dos mais relevantes actores regionais do sector”, afirma a instituição.

Unidades móveis de saúde em Rio Maior

Projecto desenvolvido entre o município e o Centro de Saúde tem cada vez mais procura, sobretudo entre a população idosa, atingindo em 2017 mais de 700 utentes. O projecto das unidades móveis de saúde, pioneiro nesta região, começou a funcionar em 2010 numa cooperação entre o município liderado por Isaura Morais e a Unidade de Cuidados na Comunidade do Centro de Saúde (UCC) de Rio Maior. É considerado uma mais-valia pelas entidades que tutelam o sector da saúde.

Abril

CHMT o melhor na redução de tempos de espera

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) começa o ano com os dados que teve a melhor recuperação de tempos de espera, situação que foi elogiada pela comissão de utentes. Em relação às cirurgias e consultas externas o centro hospitalar conseguiu ser das unidades com melhores resultados a nível nacional. Até ao final de 2016 tinham sido realizadas mais mil cirurgias com tempos de espera abaixo da média. Destaque também para o facto de a unidade de Tomar passar a dispor de uma TAC (Tomografia Axial Computorizada) e de um reforço dos técnicos de fisioterapia. Já no final de 2017 são anunciados investimentos de 6,5 milhões de euros nos hospitais de Abrantes, Tomar e Torres Novas, destacando-se a requalificação e expansão da Urgência Médico-Cirúrgica de Abrantes com um valor de 1,5 milhões de euros.

Elogios ao curso de conservação do Politécnico de Tomar

A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, elogiou o trabalho desenvolvido pelo Instituto Politécnico de Tomar na área da conservação e do restauro patrimonial. Para a governante a instituição, que tem um curso de conservação e restauro, tem-se salientado nesta matéria. A governante sublinhou ainda que o Politécnico de Tomar tem sido um pólo de progresso nesta área, inserido numa cidade com um “vasto património” tanto material como imaterial.

Maio

Câmara de Benavente lança-se na valorização do arroz carolino como uma marca do concelho

E assim nasce o Festival do Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas como forma de promover um sector de actividade com grande importância para a economia do concelho mas também como aposta numa estratégia turística. Além das questões económicas o arroz tem importância do ponto de vista ambiental. E é por tudo isto que o festival é um espaço para a valorização deste produto e para a dinamização de estratégias que contribuam para que seja mais conhecido e atraia pessoas a Benavente.

Sétima recusa para instalar Tribunal de Comércio em VFX

O Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) declina a sétima proposta da Câmara de Vila Franca de Xira para um novo local onde se poderia instalar provisoriamente o Tribunal do Comércio na cidade até que as instalações definitivas, previstas para a zona das antigas Escolas da Marinha, fiquem concluídas. A recusa não se percebe atendendo a que as instalações onde funciona provisoriamente, em Loures, deixam muito a desejar. Ao longo do ano não houve desenvolvimentos do caso e continua-se à espera que o tribunal se instale na cidade.

Junho

Arquivado inquérito à morte de jovem por falta de assistência

O Ministério Público arquivou o inquérito à morte de David Duarte no Hospital de São José, em Lisboa, em 2015, enquanto aguardava por uma cirurgia a um aneurisma cerebral. A 14 de Dezembro de 2015 David Duarte, de 29 anos, de Vila Chã de Ourique, Cartaxo, morreu vítima de um aneurisma cerebral por alegada falta de assistência médica especializada uma vez que não havia equipas médicas especializadas ao fim-de-semana.

Julho

Novo posto da GNR de Alcanena graças à câmara

A Câmara de Alcanena cede gratuitamente um edifício ao Ministério da Administração Interna para aí ser instalado o posto da GNR da vila que funciona num espaço sem condições há muitos anos. A autarquia assegura as obras no imóvel, onde funcionou o departamento de obras municipais, que foi comprado pelo município à EDP por 250 mil euros. Entretanto o projecto também já foi feito.

Agosto

Incêndios afectam região

Os incêndios voltam a afectar vários concelhos do norte do distrito de Santarém, como Mação, Abrantes, Ferreira do Zêzere, Sardoal e Tomar. O concelho de Mação foi dos mais afectados com dezenas de milhar de área ardida e muitos prejuízos. Arderam habitações, vários anexos, tractores, viaturas, barracões e morreram animais. Nos incêndios foram evacuadas duas dezenas de aldeias de Mação e houve pessoas que ficaram sem nada.

Santarém reconhecida pelas políticas às alterações climáticas

A Câmara de Santarém foi reconhecida pela CDP – Driving Sustainable Economies - pela sua aposta em políticas de mitigação e adaptação às alterações climáticas, no âmbito da sua participação no Programa Europeu CDP Cities 2017. Esta organização reúne uma plataforma da Comissão Europeia que conta com mais de 500 cidades. A autarquia tem criado, nos últimos anos, as condições para implementar uma estratégia ambiental local, focada em encontrar as soluções para a mitigação e adaptação do seu território ao fenómeno real que são as alterações climáticas.

Setembro

Condenado por explorar trabalhadores

O dono de uma exploração agrícola de Paço dos Negros, Almeirim, que usava mão-de-obra estrangeira ilegal é condenado a 14 anos de prisão. O tribunal considerou que as condições em que 23 nepaleses ilegais estavam alojados na exploração, num barracão sem janelas e condições de higiene, eram desumanas. O caso remonta a 15 de Junho de 2016 quando uma operação conjunta da Autoridade para as Condições do Trabalho e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras verificou a presença dos trabalhadores em situação ilegal na propriedade.

Semana Santa do Sardoal a património cultural nacional

O Sardoal comemorou os 486 anos de elevação à categoria de vila com o anúncio de que o município avançou com uma candidatura para que a Semana Santa do Sardoal seja integrada no inventário nacional do Património Cultural Imaterial, gerido pela Direcção Geral do Património Cultural. Esta candidatura pretende dar relevo e salvaguardar as tradições da Semana Santa no concelho do Sardoal para que estas sejam mantidas e divulgadas de forma consistente e reconhecidas como uma mais valia a nível nacional.

Outubro

Novo troço da circular urbana de Almeirim

O mais recente troço da circular urbana de Almeirim, entre a zona do kartódromo e a Estrada do Moinho de Vento, foi inaugurado no dia a seguir às eleições pelo presidente reeleito, Pedro Ribeiro. A obra foi feita em grande parte por administração directa, com funcionários e maquinaria do município. Nessa altura a câmara já tinha decidido comprar mais quatro parcelas de terrenos para fazer a continuação da circular urbana, que caminha para a conclusão, ligando à Nacional 118 na zona norte da cidade.

Recuperado material de guerra de Tancos

A Polícia Judiciária Militar recupera na região da Chamusca, com a colaboração da GNR de Loulé, o material de guerra roubado dos Paióis Nacionais de Tancos. O material foi para os Paióis de Santa Margarida. O material, como granadas foguete anticarro, granadas de gás lacrimogéneo e explosivos, tinham desaparecido de Tancos, Vila Nova da Barquinha, em Junho. A situação causou um grande alvoroço na Chamusca, onde na altura não se sabia bem o que se tinha passado para o material ter aparecido numa zona de floresta.

Novembro

Feira do Cavalo na Golegã mais valorizada

A Feira Nacional do Cavalo/Feira de S. Martinho realizou-se em 2017 com uma nova pujança, em que se reforçou a segurança através de novas regras e condutas, introduzidas pelo presidente da câmara, Veiga Maltez. A feira, além da introdução de “regras e condutas que a elevem e dignifiquem”, beneficiou também do investimento num novo piso na Manga e no seu Picadeiro Central.

Vítimas da Legionella à espera de justiça

Três anos depois de um surto de ‘legionella’ ter afectado o concelho de Vila Franca de Xira as vítimas continuam a aguardar por uma indemnização e pela responsabilização dos responsáveis pela justiça. O surto de Legionella em Vila Franca de Xira, em Novembro de 2014, causou 12 mortes e infectou 375 pessoas com a bactéria. Em Março de 2017 o Ministério Público indiciou sete pessoas e duas empresas (a Adubos de Portugal e uma firma responsável pelo tratamento de água) pelos crimes de infracção de regras de conservação e ofensas à integridade física. Entretanto a associação das vítimas, que continua a lutar por justiça, inaugurou uma sede e foram feitos 54 pedidos de abertura de instrução, na sua grande maioria apresentados por vítimas que ficaram com sequelas graves, exigindo que o Ministério Público (MP) proceda a novas diligências para encontrar um nexo de causalidade em pelo menos 251 pessoas afectadas pela bactéria.

Ourém investe 2,9 milhões na drenagem de águas

O Município de Ourém aprova projectos para redes de drenagem de águas residuais em duas uniões de freguesias, no valor de 2,9 milhões de euros. Na zona de Ramalheira e Casal da Sobreira o projecto prevê a recolha e drenagem de esgotos domésticos numa área de influência que incide sobre 220 moradias. Em Rio de Couros e Casal dos Secos, além da recolha e drenagem de esgotos, o projecto prevê também a execução de um emissário em Rio de Couros, numa área de influência que afecta 264 moradias.

Dezembro

Morre após fazer exame médico

Marisa Nunes, de Fazendas de Almeirim, fez uma reacção alérgica a um produto injectado para fazer um exame médico e morreu após cinco meses em coma. A reacção alérgica ao produto de contraste administrado nas veias, para permitir obter imagens no aparelho de Angio-TC Coronária, não é frequente mas pode acontecer. Na sequência de uma queixa da família a procuradora de Leiria ordenou a autópsia, o que levou à interrupção do velório. Entretanto o Ministério da Saúde decidiu abrir uma investigação ao caso.

Tagusgás solidária com instituições

Os colaboradores da Tagusgás mobilizaram-se numa iniciativa solidária da empresa dirigida ao Centro Local de Acção Social do Cartaxo (CLAS) e à Associação Comunitária Assistência Social Vila Chã de Ourique. Foram entregues 25 cabazes e brinquedos a 25 famílias carenciadas. A distribuidora de gás canalizado nos distritos de Santarém e Portalegre fez ainda a pavimentação em pavês de betão do acesso exterior da Associação Comunitária Assistência Social Vila Chã de Ourique.

Ambientalista processado por denunciar poluição no Tejo

Ao longo do ano foram vários os casos de poluição denunciados pelo ambientalista Arlindo Marques, natural do concelho de Mação. No final do ano a celulose Celtejo, apontada como responsável pela poluição que se faz sentir sobretudo na zona de Abrantes, avançou com um processo contra o ambientalista, no qual pede uma indemnização de 250 mil euros. A produtora de pasta de papel alega que cumpre as normas ambientais e que o réu tem causado prejuízos à imagem da empresa. Arlindo Marques tem vindo a receber vários apoios, como da Câmara de Mação e do juiz Carlos Alexandre, que reside neste concelho.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques