uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Gabinete de Apoio ao Emigrante no Sardoal para facilitar a vida a quem vive no estrangeiro
O presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, inaugurou o Gabinete de Apoio ao Emigrante com o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro

Gabinete de Apoio ao Emigrante no Sardoal para facilitar a vida a quem vive no estrangeiro

Presidente do município destaca importância de novo espaço para ajudar emigrantes do concelho e da região.

Edição de 20.02.2019 | Sociedade

O presidente da Câmara do Sardoal considera que a implementação do Gabinete de Apoio ao Emigrante, inaugurado na manhã de quinta-feira, 7 de Fevereiro, na Loja do Cidadão da vila, é muito importante para a comunidade emigrante do concelho e também da região. Miguel Borges diz que este espaço vai permitir apoiar quem esteve emigrado e regressou mas, sobretudo, quem ainda está emigrado e aqueles que estão a pensar sair do país.
“É um espaço de que sentíamos muita falta porque quando os nossos emigrantes regressam de férias precisam sempre de tratar de burocracias. Agora já não precisam de ir aos grandes centros urbanos do país. Podem fazê-lo aqui”, sublinhou acrescentando que este é mais um passo no combate acérrimo para mostrar que a interioridade do país não é sinónimo de inferioridade.
A inauguração do novo serviço contou com a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e de Jorge Oliveira, director do Serviço Regional do Porto da Direcção Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas. José Luís Carneiro congratulou-se com a abertura desse gabinete, considerando que são estruturas que contribuem para ajudar os cidadãos que necessitam de apoio, incluindo os que continuam emigrados. “O envolvimento dos autarcas e do coordenador do gabinete são essenciais para o sucesso desta iniciativa”, reforçou.
O secretário de Estado referiu que o Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE) vai ter capacidade para ajudar os emigrantes que pretendam investir na sua terra, sem que estes tenham que se deslocar a Portugal propositadamente.
O GAE não vai ter quaisquer custos para o município uma vez que vai ser aproveitado o espaço da Loja do Cidadão e os recursos humanos também já existentes. José Luís Carneiro sublinhou que o município do Sardoal integra agora a rede de apoio a todos os emigrantes portugueses. “Este gabinete é a abertura de uma porta que permitirá o acesso a todas as pontes do mundo onde existem portugueses e ajudá-los a resolver os seus problemas”, concluiu.

Gabinete de Apoio ao Emigrante no Sardoal para facilitar a vida a quem vive no estrangeiro

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques