uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Lar dos Rapazes e Primeiro Passo procuram investidores sociais para projeto inovador
foto DR A Santa Casa da Misericórdia de Santarém tem apostado na educação

Lar dos Rapazes e Primeiro Passo procuram investidores sociais para projeto inovador

A Santa Casa da Misericórdia de Santarém tem apostado na educação

Edição de 10.07.2019 | Especial Ensino

A Santa Casa da Misericórdia de Santarém aposta na Educação. Acreditamos que para aprender temos de ter competências. Contudo, só conseguimos ter competências quando temos perceção de bem-estar.
No Centro de Acolhimento Temporário “Primeiro Passo” e no Lar de Infância e Juventude “Lar dos Rapazes” da Misericórdia de Santarém aceitamos que é promovendo competências internas e de relação que conseguimos promover competências para a aprendizagem.
Somos uma Casa de Acolhimento e por inerência temos limitações económico-financeiras. Para tentar responder às nossas fragilidades submetemos uma candidatura ao POISE (Portugal 2020) e a IIES foi aprovada no final do mês de Maio do corrente ano civil.
O nosso projecto chama-se ‘D’AR-TE’ e tem como objectivo “Contribuir para a prevenção de situações de (re)incidência da agressão através da promoção de competências (capacitação/empowerment) pessoais, da socialização interpessoal e do fomento das relações”.
Temos como solução incorporar actividades desportivas, artísticas e cognitivas que influenciem as crianças/ jovens, potenciando o seu processo de desenvolvimento holístico. De forma sistémica e direcionada, através da prática do judo, de diversas formas de manifestações artísticas (teatro, pintura, música, etc.) e da interação com ferramentas de realidade virtual, em articulação com pares da comunidade educativa e com a família, a IIES ‘D’AR-TE’ propõe-se criar uma resposta inovadora.
Com este projecto queremos promover factores protectores que previnam e minimizem comportamentos de risco e situações de agressão e contribuir para o fomento de competências pessoais, de socialização interpessoal e de estímulo das relações.
Ao longo dos 3 anos de implementação do projecto D’AR-TE, temos como objectivo promover espaços de partilha com outras Casas de Acolhimento do Distrito de Santarém para disseminar pontos fortes e será criado e desenvolvido o Manual de Boas Práticas da IIES, para que possa ser partilhado pelas restantes entidades que operam as valências de CAT e LIJ no território nacional.
O projecto pretende também participar em congresso nacional e/ou internacional, na área de infância e juventude e publicar um artigo numa revista científica com revisão de pares e com factor de impacto.
Propomo-nos portanto, D’AR-TE (à criança e ao jovem) novas condições e capacidades para promover o seu desenvolvimento pessoal.
Para tal, necessitamos de Investidores Sociais, Empresas do nosso distrito, que acreditem em nós e que nos Ajudem a concretizá-lo, sendo nossos parceiros e investindo uma verba anual (Benefícios: Decreto-Lei n.º 215/89 de 1 de Julho, alteração Lei n.º71/2018 de 31 de Dezembro- Artigo 19ºA; Decreto-Lei n.º 84/2017 de 21 de Julho), a definir em função de que cada um pode colaborar, no decorrer de três anos.
*Texto da responsabilidade de FG- Santa Casa da Misericórdia de Santarém

Lar dos Rapazes e Primeiro Passo procuram investidores sociais para projeto inovador

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques